Cuidados com o pet em temperaturas mais quentes

Não é só durante o inverno que devemos nos preocupar com os nossos animais. Na verdade, com o aumento da temperatura, os cuidados devem ser redobrados.

Nessa época, os passeios de rotina normalmente são mais longos, mas é preciso tomar algumas precauções para preservar a saúde e o bem-estar do pet.

Confira algumas dicas:

  • Evitar passear com ele entre as 10 horas da manhã e as 16 horas é importante, pois esse é o período do dia em que o sol está mais quente, assim como o chão - o que pode fazer com que as patinhas do seu pet sofram queimaduras;
  • Já existem no mercado sapatos próprios para cães, para situações em que levar o pet para passear nesse horário seja inevitável, ou épocas de muito calor. Os sapatinhos ajudam a evitar ferimentos por queimadura;
  • Além disso, é fundamental manter o cão e o gato sempre muito bem hidratados. Verifique se há uma boa circulação de ar no local onde eles se encontram;
  • Muito cuidado: nunca deixe o animal sozinho dentro do carro. Ele pode se sentir sufocado, e por mais curto que seja o período, o calor em excesso pode trazer consequências graves para a saúde do animal, inclusive levá-lo a óbito;
  • Cães de focinho curto têm dificuldades respiratórias e estão sujeitos a ter mais problemas em passeios longos e em altas temperaturas;
  • Para refrescar um pouco mais o seu cão durante as temperaturas mais quentes, os banhos podem ser dados com mais frequência, mas não todos dias, pois isso pode eliminar a proteção natural da pele;
  • Se o animal de estimação fica no quintal, garanta que ele tenha um espaço com sombra.

Em caso de dúvida, consulte sempre o médico-veterinário. Ele também pode receitar um filtro solar, para que a pele do seu amigo tenha a proteção necessária nos dias de sol.

Acompanhe as nossas redes sociais para mais dicas de como cuidar do seu pet. E conte com a Vida Animal, caso seja necessário manipular o filtro solar ideal para o seu animal.